Notícia

Última atualização: 05/12/2017

A Organização Mundial de Saúde define que o uso racional de medicamentos ocorre “quando o paciente recebe o medicamento apropriado às suas necessidades clínicas, em doses e períodos adequados às particularidades individuais, com baixo custo para si e sua comunidade”.
[Conferência de Nairobi, Quênia – 1985]

Foi com base nesse conceito e também no reconhecimento que é o farmacêutico o profissional especialista na arte de cuidar do paciente e que este cuidado se constitui em preceito básico para a criação de um vínculo entre o serviço de saúde e o usuário, essenciais para a condução do tratamento e melhoria da qualidade de vida, que o Consórcio elaborou o Guia de Medicamentos.

Pensando em um instrumento capaz de auxiliar o profissional farmacêutico no ato da dispensação, o Guia aborda os itens que integram o Elenco de Referência Estadual de Medicamentos da Assistência Farmacêutica na Atenção Básica.

O Guia foi produzido pelo Consórcio, com apoio do Centro de Informações sobre Medicamentos da Universidade Positivo e da Imprensa da Universidade Federal do Paraná.

 

Navegação

Mídia Social